Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Disparates

por twin_mummy, em 14.06.13

Cada vez mais chego à conclusão que a Natureza é muito sábia, e que o tempo de gravidez é longo não só para dar tempo à formação do(s) bebé(s) mas da nossa paciência para, meses mais tarde, conseguirmos lidar com as traquinices dos miúdos de sorriso nos lábios. No fundo que importância tem um rolo de papel higiénico atirado para dentro da sanita ou uma parede pintalgada de lápis de cera quando comparado com os perfeitos disparates que saem de chorrilho da boca de amigos e perfeitos desconhecidos naquela fase em que estamos mais sensíveis e com as hormonas a 1000 à hora?

 

Para quem descobriu agora que está grávida e sobretudo para quem descobriu que está grávida de gémeos preparem-se para o que está para vir e aprendam a respirar fundo ou tentem eliminar o mal pela raiz. A título de exemplo aqui ficam algumas das coisas disparatadas que me diziam (e dizem) e as respostas que eu dava quando estava já saturada:

Espertalhão ''Estás com a barriga muito descaida, não deves aguentar até ao fim''- ''Então se calhar é melhor desviar-se antes que as águas rebentem e lhe molhem os pés''
Espertalhão ''Gémeos!!! Que giro!! Posso mexer na barriga???''- ''Posso mexer na sua???''
Espertalhão ''Há muitos casos de gémeos em que há complicações e que nascem com problemas''- ''E há muitos outros que não sendo gémeos também nascem com problemas, e ainda pior é que muitos nem percebem que os têm durante anos''
Espertalhão ''São um casal?''- ''Não, são apenas irmãos.'' ou ''Não, ela bem queria, mas ele já está prometido a outra''
Espertalhão Ao olharem para um carro gemelar do tamanho de um camião: ''São dois?'' - ''Ora bolas!!! Onde é que eu deixei o 3º???'' ou ''Não, é só um, mas o outro ovinho dá jeito para levar as compras.''
Espertalhão ''Tão giro...posso tocar???'' ''Se não se importar que eu também toque em si..''
Espertalhão ''Ahhhhh! É um casalinho, que sorte!!!''- ''Pois... já viu a trabalheira que seria dar um para adoção se fossem 2 meninos??'' ou ''Até nem foi. Eram 2 meninos, mas eu troquei um na maternidade!!''
Espertalhão ''Quando chora um choram os dois???''-''Não, só quando bato aos dois ao mesmo tempo!!''
Espertalhão ''Como é que mamam???''-Da mesma forma que os outros bebés...abrem a boca e fazem movimentos de sucção''
Espertalhão ''O que um sente o outro sente?''- ''Acho que sim. Pelo menos quando belisco os dois ambos se queixam''
Espertalhão ''Devia dar-lhes mais colo que as crianças precisam''- ''Tem razão, e agradeço a ajuda!! Pegue lá então nos 2 ao colo e mostre-me como se faz as tarefas domesticas assim que eu ainda não consegui''
Espertalhão ''Tão giros os manos...têm pouca diferença de idades, não é?'' Digo eu e o pai ao mesmo tempo ''Sim!! 3 minutos''.
Espertalhão ''Olhem, gémeos!! Foi tratamento, não foi??'' ''Não, foi mesmo muito treino, mas como eu e o papá até gostamos...''

 

E a pior de todas... (sentem-se antes de ler esta e tentem não rebolar para o chão).

Certo dia uma vizinha do meu predio encontra-me no átrio com a minha sogra e os miudos ainda nos ovinhos (vinhamos do pediatra). A minha sogra é nova mas não tem propriamente 20 anos. E diz a senhora (depois dos disparates do costume de 'são gemeos?' 'são 2?'): ''São de quem???'' Ao que eu respondo... 'São meus!'' 'Ahhhhhh!! (diz ela como se fizesse luz de repente) Então por isso é que você andava para aí com aquela barrigona enorme!'' (a quem não me conhece eu sou magra e engordei 23kg em 7 meses...ela achava o quê????)

 

E para quem ainda não passou por esta fase e acha que certas respostas podem ser um pouco exageradas, experimentem ouvi-las a cada saída à rua e voltamos a falar dentro de alguns meses, ok??

As imagens utilizadas neste blog são na sua maioria de autoria própria ou de amigos e familiares, com o devido consentimento. A autoria daquelas que são retiradas da internet será indicada sempre que seja possível fazê-lo de forma inequívoca, mas mesmo assim poderão ser removidas caso o autor o entenda, bastando para tal contactar-me para o e-mail aqui indicado.


12 comentários

De Cláudia a 20.06.2013 às 11:23

Como te compreendo. Não tenho gémeos (infelizmente...), mas sou gémea com a minha irmã e também já ouvimos muitos disparates...
Enquanto cresciamos, sempre ouvimos o mesmo do costume:
- "São gémeas?" e nós, "não, somos primas afastadas./ Não, nem nos conhecemos, tivemos foi muita sorte por sermos parecidas..."

- "Ai, são gémeas? É que nem parece, não são nada iguais..." (somos gémeas falsas, logo, não somos gotas de água... aliás, nem os gémeos verdadeiros o são...), ao que respondiamos, "Já viu que sorte, assim, os nossos pais não têm de nos identificar para nos distinguir, nem os professores precisam de ter medo de serem enganados na altura dos testes..."

- "Que giro, são irmãs?" (depois de perceberem que somos gémeas) - "Não, somos primas, tivemos foi a sorte de a nossa mãe ser a mesma..."

haja paciência, porque há pessoas que são de mais... Quando os teus pequenos crescerem e começarem a responder, aí sim, é que vais encontrar alguma piada na situação, apesar de teres de fazer cara feia ao ouvir algumas respostas (a minha mãe diz que por vezes, embora tivesse de nos "repreender" por alguma resposta, só tinha vontade de rebentar a rir... e olha que nós começamos a dar resposta muito cedo!) :)

Durante a gravidez e depois a minha mãe também ouviu muita palermice, do estilo:
- "Ah, como couberam as duas aí dentro?" (a minha mãe é pequena, nem chega a ter metro e meio) Ela, já passada, respondia, "pois, devo ter muita arrumação, ou então, na maternidade, enganaram-se e deixaram-me sair com duas..."

- "São duas?" - "Não, não, uma é minha e a outra raptei-a no caminho. Sorte a minha que até é parecida comigo e com o pai!"

Pela vida fora, é ir aguentando... :p
Boa sorte para os pequenos!
beijinhos

(desculpa o testamento... entusiasmei-me! :D )

De twin_mummy a 03.07.2013 às 00:38

Eu uma das coisas que afino é tratarem-nos por 'gémeos'. Pode parecer tolice, mas os putos têm nome, caramba! Considero essencial essa diferenciação para a formação das personalidades de cada um, como pessoas distintas que são. Mas depois fico a pensar se será exagero meu... Como era com vocês? Era algo que vos incomodava?
Obrigada por tudo e por favor vá-se mantendo por aqui. É muito bom ter contacto com alguém que já passou por isto na primeira pessoa. Dá-me a perspectiva de lá...lol

De Cláudia a 03.07.2013 às 22:10

A minha mãe também afinava, tal como nós... é detestável, sobretudo, quando se chega à idade em que começamos a perceber as coisas...
Quando nos diziam "São gémeas", ou nos chamavam "ó gémea", a resposta era sempre igual, "Quer verificar o registo ou o BI? Garanto-lhe que não foi esse o nome que nos deram...". Detestávamos e continuamos a detestar... Temos nomes, somos duas pessoas diferentes, com personalidades diferentes, caso contrário, acredito que os nossos pais não se teriam dado ao trabalho de pensar em dois nomes diferentes, ter-nos-iam chamado "gémea 1" e "gémea 2" (aliás, era o que estava nas nossas pulseiras, quando nascemos, até saberem que nome nos tinham dado lol), as pessoas têm de perceber isso. Apenas calhou nascermos da mesma barriguinha, ao "mesmo tempo" (é outra coisa curiosa... as pessoas acham sempre que os gémeos nascem ao mesmo tempo e acham estranho quando dizemos que temos alguns minutos de diferença... lol).
Não é implicância tua, as pessoas é que não se querem dar ao trabalho de pensar, sobretudo, quando são crianças do mesmo sexo e que não conseguem diferenciar... Não te preocupes que, mais tarde, quando os teus reguilas começarem a responder por si, vais ri-te como tudo! :)

De twin_mummy a 03.07.2013 às 23:38

O que eu já me ri a imaginar os meus 2 mabecos a darem respostas desse género! lol Quanto aos nomes no meu caso tiveram sorte de se chamar apenas 'gémeo 1' e 'gémeo 2' até à eco em que tiveram certeza do sexo, pois na eco seguinte já não deixámos que os tratassem pelo número. ;)

De Cláudia a 05.07.2013 às 14:21

pois, mas na altura em que a minha mãe estava grávida (há 28 anos...), as ecos eram uma novidade (e caríssimas), pelo que se fazia rx... mas a minha mãe também não queria saber o sexo dos bebés, só quando nascessem (o que aconteceu, logo... gémeo 1 e gémeo 2... lol), mas, às vezes, perguntava-me se não seria melhor pôr logo um post-it na testa com o nome... sobretudo, na escola... :/ enfim...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30



O MEU E-MAIL

mail.twinmummy@gmail.com Enviem perguntas, sugestões, ou simplesmente digam olá!

A MINHA PÁGINA DO FACEBOOK

https://www.facebook.com/TwinMummyblog