Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A boca do estômago

por twin_mummy, em 10.09.13

DSC_0015.JPG

 

Se sempre achei piada à designação ''boca do estômago'' desde que estive grávida que tudo adquiriu novos contornos. Nos primeiros meses juro que parecia mesmo que a boca estava ao pé do estômago porque o pequeno almoço insistia em não caber, mas nos meses seguintes descobri outro fenómeno...Ora com dois putos a crescerem desalmadamente e a se encaixarem nos locais mais incómodos (tinha-a a ela em local central, debaixo das costelas, e a ele do lado direito junto à virilha) seria de prever que isso teria alguma influência nos orgãos internos... só não esperei que fosse tanto.
A bexiga parece ter passado a ter o tamanho de uma ervilha, e se nunca gostei de esperar à porta dos consultórios (sou daquelas que acha que a agenda deve servir para alguma coisa que não apenas consultar os feriados), por volta do 7º mês de gravidez isso tornou-se um suplício. Era do género:

-Desculpe incomodar, mas ainda faltará muito para a Dra. me atender? Sabe quantas pessoas estão à frente?

-Ora... estão só 2, mas a Dra está atrasada.

-Ok... então vou dar mais um saltinho ao wc...

 

Eu por acaso tenho uma teoria, para a qual não tenho provas... é certo... mas também não ando a tentar vendê-la. Apenas queria partilhar para saber a vossa opinião, pois tenho motivos para crer que TODOS os médicos que vão para ginecologia/ obstetrícia e/ou ecografia e se especializam em grávidas são sádicos! Só podem!! O tempo que uma pessoa, depois de beber as litradas de água necessárias ao nosso bem estar e do bebé, compactadas num local que quase parece mais ínfimo que um grão de arroz, tem de aguardar à porta... não é casual. É de propósito!! Eu bem tentei procurar a câmara com que eles captariam as imagens das grávidas a contorcerem-se mas não é pelo facto de não a ter encontrado que deixo de acreditar piamente nisso. Esconderam-na foi bem!!

 

E a quem julga que depois de ter o(s) bebé(s) as coisas melhoram... desengane-se!

 

Juro que é verdade verdadinha o que vou contar, e faço-o apenas para vos colocar de sobreaviso para que não gastem dinheiro desnecessário. E como estou a ser tão simpática por favor retribuam e não mandem comentários e mensagens de escárnio e maldizer que já bem me bastou a vergonheira por que passei...

 

Pois bem...deviam os putos ter cerca de 6 meses quando fui à consulta de 'Revisão de Parto'. Só o nome em si assusta, por um lado porque depois de ter sido massacrada por médicos das mais variadas especialidades durante meses achar que me tinha livrado deles para depois me virem com esta... não é humano!! Depois porque ficamos a pensar... mas que raio?? Revisão do parto? Será que vão mostrar o vídeo e comentar 'Olhe como se portou mal aqui nesta altura! Tinha alguma necessidade de gritar com o co-irresponsável?' 'E a forma como expulsou aquela auxiliar do quarto? Tsc tsc...' E vai daí ainda nos fazem pedir desculpas publicamente aos visados.

 

As más linguas também dizem que é para os Senhores Doutores perceberem se aqueles copos que beberam na noite anterior ao parto não interferiram com o serviço e se por um incrível e irrepetível lapso não terão deixado lá uma pinça ou o relógio de que tanto gostavam.

 

Mas afinal não era nada disso!! 'Revisão de Parto' é apenas uma desculpa para voltarem a por cá as mãos e receberem mais uns cobres. E entre um 'Ah! E tal... está tudo bem!' lá perguntam se temos queixas. Ora eu tinha. Tinha uma dor! Uma dor forte, do lado direito, logo abaixo das costelas.

 

Vai a Dra logo mete lá as mãos, palpa, remexe e diz:

 

-Não sinto nada de estranho...

 

Quê??? Então mas era esperado sentir assim? Estaria eu bem mal! E lá explico que era internamente, e não querendo invadir o campo das certezas, poderiamos brincar ao suponhamos? Suponhamos que seria uma hérnia provocada pelos pés do Panduxa ou o rabiosque da Patapon. Podia? E sim... parece que a hipótese até faria sentido, mas seria necessário um exame mais profundo.

 

E foi assim que eu, que já não tinha lenha de médico para me queimar há uns meses, vou parar à consulta de cirurgia. Mais um palpar aqui, outro palpar ali. Assim dói mais, assim já não... e ele a dizer que não podia ter certezas e que eu teria de ir fazer eco e depois mais uns exames e.... Ui!! Já estava a ver a coisa a ficar grave, já imaginava problemas de fígado, úlceras no estômago... sei lá!

 

Ansiei por aquela eco como há muito já não ansiava e quando finalmente ocorreu então não é que a parva da ecografista me diz que parecia serem gases??

-Nas costelas??- pergunto eu indignada com tamanha ignorância.

-Sim, na zona das costelas, porque segundo vejo ainda tem o intestino um pouco subido. Teve gémeos há pouco tempo, não foi??

 

E pronto... lá peguei eu nos exames e saí cabisbaixa dali o mais depressa que pude. Um pouco por vergonha, um pouco por indignação. E como a minha médica tinha pedido para lhe dar algum feedback lá tive eu que reviver toda a história. E sim... parece que é comum isto acontecer. Parece que é verdade que quando se está grávida o corpo se reorganiza de uma forma estranha, e demora um pouco para tudo ir ao lugar. Parece que no caso de ser uma gravidez gemelar é até pior, ao ponto de se parecer a Maria Misturada (mais um do BabyTv)... E que o facto de se alterar a nossa alimentação por causa da gravidez e da amamentação causa uma maior 'farra intestinal' à medida que vamos retomando esses alimentos. Mas porque não avisaram para não se fazer más figuras?? Eu ia indo à faca, caraças!! Eu estava-me a preparar mentalmente para isso e depois desse investimento mental... como se recupera de um estalo no focinho assim?

 

Claro que ainda bem que não era nada de cuidado... mas aquilo formata-nos de tal forma que hoje em dia, quando sinto um aperto no coração em vez de ligar para o 112 penso: 'Deve ser da feijoada do almoço... é melhor ir ao wc.' E assim qualquer dia ainda me apanham, pós-enfarte, do chão da cozinha! Ai apanham!!

Estatísticas de gémeos: Os Percentis

por twin_mummy, em 20.05.13

Se na 1ª ecografia estava completamente em choque na 2ª já pude dar atenção ao que me era explicado. E de muito valeu já que ao contrário de muito boa gente que planeia e lê os manuais todos eu andava às aranhas com tudo aquilo.

 

Ora então porque eram muito grandes eu deveria estar enganada nas contas (para quem é virgem nestas andanças calcula-se o tempo de gestação em função da última menstruação) disse a médica. E por muito que eu argumentasse que dificilmente me enganaria nas contas dado estar a tomar a pílula de nada valeu. Corrigiu a idade dos crocodilos fetos em 1 semana e de repente cairam para o Percentil 5, o que segundo me explicaram não é nada mau para gémeos, dado as tabelas de referência não serem de gravidezes gemelares.

 

Agora digam-me que justiça há nisto. Passei por mentirosa ou nódoa a matemática; tinha uns crocodilos putos grandes e de repente fiquei com uns minorcas; e no fundo justificam que comparam a mesa da sala de um T0 com a de um salão de um T5 e dizem que é pequena em relação à outra... mas que tenho que engolir em seco porque ninguém nunca se dignou a fazer tabelas próprias. WHAT???

 

E se acham que seguimos caminho estão enganados já que na eco seguinte acusaram-me outra vez de enganar o sistema e toca de porem mais 3 dias de gestação. Contas feitas foi mais uma semana e meia, que em crocodilos projectos de gente fetos de milimetros faz uma diferença do caraças, bolas!!!

 

Por isso desde esse dia e também conforme a indicação da minha médica deixei de ligar a percentis...

E então quer um ou dois?

por twin_mummy, em 16.05.13

...e foi com esta simples pergunta que a minha vida mudou. ''Se quero o quê???''

 

tigres.jpeg

Para quem estava a tomar a pílula e ficou em choque por perceber que estava grávida ouvir esta pergunta logo na primeira eco não me deixou mais serena. Bem pelo contrário! Por momentos pensei que estariam a brincar, ou que seria a primeira pergunta de uma qualquer checklist manhosa de aprendizes de ecografistas (nem sei se a palavra existe e não me vou dar ao trabalho de procurar no Priberam porque a vantagem de se ter um blog também terá de ser escrever os neologismos que nos vierem à cabeça, certo?). 

 

E com a voz meio trémula ela lá insistiu 'Perguntava se quer ter um ou dois bebés...'

 

'Está a brincar??' (juro que procurei dizê-lo no tom mais meigo do Mundo mas provavelmente não deve ter sido assim que saiu)

 

Nisto ela diz ''Não estou não...olhe! Um... dois. Está a ver?'' E eu vi! Eram 2 coisinhas minúsculas com caudinha e ar de crocodilo, que eu até duvidaria serem de origem humana, mas não havia dúvidas que eram dois.

 

Sei que pode parecer de pouca sensibilidade para quem há anos tenta engravidar e não consegue, mas foi também a pensar nessas pessoas que me saiu aquele mar de disparates pela boca. Com tanta gente a sonhar com ter gémeos porque raio é que aqueles mabecos me foram escolher a mim??? Logo a mim que até gostava de um dia EVENTUALMENTE ser mãe mas não me sentia ainda minimamente preparada para ser mãe de um, muito menos de dois. Até estavamos ambos (eu e o outro co-irresponsável) numa situação económica estável, até teriamos alguma maturidade (achava eu...loooool), até namorávamos há mais tempo do que a memória me permitia recuar, até tinhamos toda a gente em redor a ansiar para passarmos para esse Mundo maravilhoso da parentalidade, mas... E a crise? E as despesas que teriamos? E eu não ter logo percebido que estava grávida e ter feito os maiores disparates que poderiam ter afectado o bebé? OSSSSSS bebés!! OSSSSS bebés!!!

 

De imediato começaram-me a escorrer as lágrimas e eu perdi o chão. Pedi para não deixarem entrar a minha mãe e o meu sobrinho mais velho porque não queria que me vissem assim. Porque me sentia completamente perdida. Tentei limpar as lágrimas para ver o resto da eco. Afinal queria que me garantissem que eu não lhes tinha feito qualquer mal, e no meio de tanta coisa que não ouvi, recordo-me que a médica me tentou confortar a dizer que estaria tudo bem com eles.

 

O papá só dizia que ia correr tudo bem e que estava muito feliz e eu sentia uma dor que me trespassava por não conseguir sentir o mesmo. Ao sair e deparar com a minha mãe foi mais um mar de lágrimas. Recordo-me das palavras dela como se fosse ontem: ''Se um está a rir e outro a chorar é porque não deve ser grave.'' E não era claro, massss.... eram DOIS!! E mais uma a passar para o lado dos felizes e eu ali, com um peso cada vez maior na consciência. Nisto telefonemas para a minha mana, para a minha sogra, mais risos... e eu a achar que devia pertencer a outro Mundo. 

 

Até que senti um abraço forte e as palavras 'Eu percebo, tia... é muita responsabilidade!' trouxeram-me para este Mundo novamente. E foi assim que um rapazinho de 13 anos me fez perceber que não estaria assim tão desfasada da realidade...

As imagens utilizadas neste blog são na sua maioria de autoria própria ou de amigos e familiares, com o devido consentimento. A autoria daquelas que são retiradas da internet será indicada sempre que seja possível fazê-lo de forma inequívoca, mas mesmo assim poderão ser removidas caso o autor o entenda, bastando para tal contactar-me para o e-mail aqui indicado.


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

calendário

Agosto 2018

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031



O MEU E-MAIL

mail.twinmummy@gmail.com Enviem perguntas, sugestões, ou simplesmente digam olá!

A MINHA PÁGINA DO FACEBOOK

https://www.facebook.com/TwinMummyblog