Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A senhora e a gente

por twin_mummy, em 23.04.14

Vinhamos a chegar de carro da escola quando junto ao prédio deparámos com vários outros carros a fazer manobras que nos impediram a passagem. Num deles estava uma vizinha nossa que costuma falar muito bem connosco mas cujo nome desconheço.

 

Naquele pára arranca e chega para um lado e para outro ela apercebeu-se que éramos nós e disse adeus de dentro do carro, ao que eu respondi de igual modo. Muito admirado o Pandinha apressa-se a perguntar:

-Quem era aquela no carro?

-Era uma vizinha do prédio. Tu até sabes quem ela é, mas como estava no carro não deves ter reparado. -expliquei.

-E como se chama? -pergunta ele.

-Não sei, querido! -reconheci eu.

-Nãooo sabeeeesss? -replica ele com ar admirado. - Como é que não sabes?

-Filho... eu não sei o nome de toda a gente!

-Não sabes o nome de toda a genteee? -insistia.

-Não filho, não sei...

-Então e o nome de todas as senhoras?

Teorias dos mabecos: os andares do elevador

por twin_mummy, em 25.11.13

Ter chegado às 20.000 visitas em cerca de 6 meses é motivo suficiente para celebrar com a inauguração de mais uma secção do blog. Desta vez dedicada àquelas teorias dos miúdos em que por muito que a gente tente explicar que não é assim eles teimam em ter razão.

 

Ultimamente têm andado fascinados com os números, e por isso todas as viagens de elevador acabam por ser uma contagem crescente ou decrescente que os delicia. E a mim claro que também me deixa a transbordar de orgulho perceber que, mais que ter decorado o '1,2,3' eles sabem reconhecer os números, qualquer que seja a ordem. Claro que não está ainda a 100% e há alguma confusão entre o 1 e o 7, entre o 6 e o 9, mas mesmo assim já fazem um excelente trabalho. 

 

Acontece que no nosso prédio não está assinalado o '0' mas sim o 'r/c', e por isso tentei explicar por diversas vezes que no fundo significava o mesmo que o '0' mas que se escrevia com letras.

-É o 'resto do chão'!- dizia a Patapon.

-Não, querida. É RÉÉÉÉSSSS do chão, rés!

-Não é não, mãe. É 'resto do chão'. - e enquanto abriamos a porta para sair ela apontava para o chão do piso e explicava - Vês? É o resto deste aqui...

 

Juro que desde então tentei por diversas vezes convencê-la do contrário, mas a miúda acaba por ter uma certa razão em visualizar a continuidade do piso inferior para o elevador, e tem o Pandinha a aliar-se a ela. E assim passou a ser 'Resto do chão' e não se fala mais nisso... Se não os podes vencer junta-te a eles, certo?

O poder dos óculos

por twin_mummy, em 25.09.13

No prédio do lado andam a fazer obras na fachada já há uns dias, e colocaram uma espécie de telheiro em tela para os moradores poderem entrar e sair com segurança. Pois não há dia que os mabecos não queiram ficar a olhar para lá e a comentar. Penso que sejam os primórdios do célebre fascínio tuga pelo obril, mas também não me custa nada deixá-los olhar para ali 5 minutos e no fundo fazerem o que qualquer reformado faz... mandar bitaites.

 

Acontece que aqui há dias conseguimos ir buscar os miúdos à escola um pouco mais cedo para poderem andar de triciclo no pátio como já andavam a pedir há semanas. E optámos por lhes colocar os capacetes (os a sério... que não os baldes de Halloween) para andarem mais à vontade em segurança. Obvio que depois insistiram em levar os capacetes para casa e a desculpa era até muito convincente... ficavam para o dia seguinte...

 

Mas nestas coisas quem tem putos já sabe que quando gostam muito de uma coisa querem sempre levar para a escola para mostrar aos outros, e embora a Patapon não tenha destas avarias tão graves, o Pandinha até de camisola de pijama já foi. Por isso não foi surpresa quando ele, na manhã seguinte, me pediu para ir para a escola de capacete. E se há uma coisa que aprendi enquanto mãe de gémeos é a ser tolerante e a respirar 2 vezes antes de falar. E com isto pensa-se: Faz mal? Pode magoar? Não? Então pode levar!!

 

E lá foi então o Pandinha com o ar mais feliz do Mundo de capacete para a escola perante o olhar reprovador da irmã, que simplesmente colocou os óculos escuros e seguiu caminho. Já no elevador a Pespineta comenta:

 

-Aqui não está sol...(e coloca os óculos na cabeça).

 

Ao sairmos do elevador claro que encontrámos uns vizinhos que se desmancharam a rir ao ver tal cenário. Ele armado em cromo de capacete na cabeça e ela com um ar todo senhoril, de óculos muito bem colcados no alto da cabecinha. Mas isto não desanimou qualquer dos dois mabecos que sairam de cabeça erguida para a rua.

 

E nisto claro que tinham que olhar para o obril do lado e comentar o facto de lá estar o tal telheiro.

 

-É para as pessoas entrarem e sairem em segurança... para não levarem com nenhuma pedrinha em cima. E os senhores da obra têm de usar capacete também para não levarem com pedrinhas. Olha que sorte estares de capacete, viste? Assim não te caem pedrinhas em cima!- expliquei eu.

 

-E que sorte eu estar de óculos mamã!!!- exclama a Pespineta.

 

Riam-se, riam-se... eu também o fiz. Mas na verdade há muita malta do obril que acha o mesmo que a minha filha de 2 anos... é vê-los por aí de boné muuuuito bem colocado, não vá dar-se o caso de cair um calhau de uma qualquer varanda!!

As imagens utilizadas neste blog são na sua maioria de autoria própria ou de amigos e familiares, com o devido consentimento. A autoria daquelas que são retiradas da internet será indicada sempre que seja possível fazê-lo de forma inequívoca, mas mesmo assim poderão ser removidas caso o autor o entenda, bastando para tal contactar-me para o e-mail aqui indicado.


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

calendário

Agosto 2018

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031



O MEU E-MAIL

mail.twinmummy@gmail.com Enviem perguntas, sugestões, ou simplesmente digam olá!

A MINHA PÁGINA DO FACEBOOK

https://www.facebook.com/TwinMummyblog